"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

domingo, 14 de junho de 2009

DESAFIOS DA EVANGELIZAÇÃO MUNDIAL



Existem 500 grupos étnicos no mundo completamente não alcançados pelo evangelho, de acordo com os missiólogos. Grande parte desses grupos étnicos estão concentrados no continente asiático, considerado culturalmente um dos mais fechados à pregação do evangelho.

A Ásia é o maior e o mais populoso continente do mundo, marcado por muitos contrastes sociais e econômicos. A maior força industrial da Ásia estão concentradas no Japão, na Coréia e na China. Em contrapartida, em países como a Índia, o Paquistão e Bangladesh há uma enorme desigualdade social.

Existe uma grande variedade religiosa entre os povos asiáticos, como o animismo na Sibéria, o hinduísmo na Índia, o taoísmo e confucionismo na China, o xintoísmo no Japão, o budismo na Ásia centro-oriental e Sudeste asiático, o judaísmo em Israel e o islamismo no Oriente Médio, Ásia Centro Ocidental e Indonésia. Dentre essas religiões, o islamismo é a que mais tem crescido no mundo. São mais de um bilhão de seguidores, sendo 70% concentrados na Ásia e 26% na África, mas entre os americanos eles já são quase sete milhões.


10 Países Asiáticos com a maioria da população não-cristã:


Afeganistão - Após décadas marcadas por guerras, invasões e conflitos internos, o país vive uma nova História com a queda do regime Taliban, em dezembro de 2001, e a instituição, em janeiro de 2004, do regime presidencialista islâmico.Cerca de 98% da população seguem o islamismo.



Arábia Saudita - Cerca de 94% dos 24 milhões de habitantes são muçulmanos. Hoje, os islâmicos são o segundo maior grupo religioso do mundo e em sua grande maioria concentrados na Ásia e na África.


Bangladesh - O país é considerado um dos países mais pobres e mais populosos do mundo, com aproximadamente 990 habitantes por quilômetro quadrado. Ocupa um dos últimos lugares do ranking mundial da pobreza e do desenvolvimento. A maioria da população é muçulmana.


Barein - O país é um arquipélago formado por 35 ilhas e ilhotas no Golfo Pérsico no sudoeste da Ásia. A maioria da população é árabe, mas, existe uma grande presença de estrangeiros no país, cerca de 25% da população, devido à atuação das companhias petrolíferas. A religião predominante no país é o islamismo, com cerca de 82% da população.


Butão - O budismo é a religião predominante no país, abrange aproximadamente 70% da população. A monarquia de Butão não admite a existência de outras religiões e divulgá-las sobre qualquer pretexto é considerado um ato ilegal.


Camboja - O país foi afetado pela Guerra do Vietnã e em virtude disto teve que enfrentar anos de devastação que provocaram sérios problemas de instabilidade econômica. Cerca de 84% dos 14,5 milhões de habitantes são seguidoras do budismo. As crenças dos cambojanos são uma mistura de antigas tradições khmer, budista e hindu.


China - A China é a nação mais populosa do planeta, possui 1,3 bilhões de habitantes. O país possui leis e regulamentações que controlam a liberdade religiosa da sociedade. Apenas as associações aprovadas e registradas pelas autoridades estaduais recebem permissão para exercerem suas atividades. As pessoas que praticam a sua fé fora dessas instituições são tidas como criminosas e estão sujeitas a intimidações, perseguições e até mesmo a detenções.


Índia - Hoje cerca de 74,5% da população da Índia é hinduísta. Os hindus acreditam e adoram vários deuses e até mesmo animais, como por exemplo a vaca. Acreditam também nas reencarnações regidas pelos carmas. Para os hinduístas, após a morte de uma pessoa, a alma renasce numa nova criatura vivente ou até mesmo num animal.


Sri Lanka - É uma ilha localizada próximo da costa sudoeste da Índia, com cerca de 19 milhões de habitantes. As religiões predominantes no país são o budismo, com cerca de 68% da população, e o hinduísmo, com aproximadamente 11%.


Uzbequistão - O Uzbequistão é um país localizado no centro-oeste da Ásia. A população uzbeque é majoritariamente muçulmana. Todas as formas de evangelização são proibidas pelo governo uzbeque. Líderes cristãos sofrem freqüentes hostilidades no país.

Nenhum comentário: