"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

IGREJA PERSEGUIDA NA CORÉIA DO NORTE

CORÉIA DO NORTE UMA NAÇÃO QUE CLAMA

video

A situação dos cristãos na Coréia do Norte é a mais difícil no mundo atual. O país ocupa o primeiro lugar na classificação de países por perseguição.

As reuniões entre eles são feitas em cavernas no meio da madrugada. Eles deixam suas casas às três da manhã e caminham mais de quatro horas para chegar ao local. Lá eles se reúnem por cerca de uma hora e voltam para seus lares.

O culto começa e eles cantam duas ou três músicas. O momento de louvor é seguido por oração, que é onde eles gastam mais tempo e são bem avivados. Depois nossos irmãos coreanos compartilham uma mensagem breve que dura cerca de dez minutos. Ao término, eles agradecem a Deus pela reunião com mais dois cânticos.

Dos cristãos que comparecem à essa reunião 30% são homens e 70% mulheres com uma média de idade de 50 anos de idade. Quando uma pessoa é cristã e a polícia fica sabendo disso a família toda e seus demais parentes também são enviados aos campos de trabalho forçados.

As pessoas costumam guardar porcos e coelhos em seus próprios banheiros de casa para que tenham um meio de sustento e possam sobreviver. O norte coreano tenta vender esses animais no mercado negro. O povo não tem condições de alimentar esses animais de maneira adequada e o resultado disso é a deformação das pernas dos bichos devido ao peso e à desnutrição. Mas ainda assim, eles preferem manter esses animais junto com eles. Um cão é vendido por um preço muito baixo.

Muitas mulheres se prostituem vendendo seus corpos para fazendeiros em troca de três ou quatro maços de couve, para que depois elas possam vender essas verduras no mercado negro.

Se as pessoas conseguirem ter ovelhas e coelhos, podem criá-los legalmente, desde que esses animais permaneçam dentro das residências. Eles precisam de permissão para comer a carne das ovelhas e dos coelhos, e parte da carne tem que ser entregue ao governo.

Existe um cristão que tenta apoiar as pessoas ensinando-as a plantar todos os tipos de vegetais. Como quase todas as terras estão desocupadas, o solo passa a ser fértil, mas na época da chuva esses solos acabam não tendo mais utilidade. Não existe sombra para o plantio de milho. As árvores foram cortadas para criar mais terras para agricultura, o que foi um grande erro, já que a conseqüência disso foi a erosão.

Todas essas circunstâncias geraram a perda das sementes, resultando em fome para o povo deste país.

Motivos de oração:

Ore para que os cristãos da Coréia do Norte sejam fortificados e mantenham-se firmes no Clame a Deus por esta nação que sofre com a miséria financeira e espiritual.

(ASSISTA AO VIDEO ACIMA E ANTES DE SAIR DEIXE O SEU COMENTÁRIO. OBRIGADO)

Nenhum comentário: