"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

terça-feira, 10 de novembro de 2009

TEOLOGIA LIBERAL

(O texto abaixo é uma reflexão proferida pelo Pastor José Pontes da Igreja do Nazareno em João Pessoa. Paraiba)


Prezados Líderes


Há vários anos a igreja evangélica no Brasil tem sido "bombardeada" por alguns movimentos doutrinário que surgem de vez em quando, e se baseiam quase sempre em experiências, sensações, misticismos e nem sempre tem como base a Palavra de Deus.

Entretanto há um outro movimento, bem à moda pós-modernista, que avança sorrateiramente em muitas igrejas, denominações e até em alguns renomados Seminários que é a Teologia Liberal.

Infelizmente essa Teologia tem sido pouco combatida, até porque ela é facilmente absorvida por crentes sem boa base bíblica e propagada até por alguns líderes de excelente currículo acadêmico. Essa maléfica linha doutrinária destruiu muitas igrejas na Europa, Estados Unidos e agora avança no Brasil que é a:

TEOLOGIA LIBERAL
Veja as características dessa linha maléfica que entra nas igrejas sorrateiramente:

- O louvor a Deus é substituído por shows, com cantores estrelas e bandas. As pessoas que

freqüentam esses encontros fazem por diversão e não motivados pelo Espírito.

- As verdades bíblicas são relevadas as experiências e não as verdades em si.

- Os cultos nas igrejas passam ser de cunhos sociais, mais preocupados em agradar as pessoas do

que glorificar a Deus e profetizar suas verdades.

- Os cultos menos freqüentados são os de doutrinas e oração. O culto mais freqüentado é o de

Domingo a noite (pois tem clima festivo e não confrontos)

- As mensagens giram em torno dos problemas das pessoas e não da glória de Deus.

- As experiências e o sentir algo tem mais valor do que os princípios bíblicos. Existe uma

preocupação exagerada com programações, segurar as pessoas na igreja e não formar

discípulos.

- Perde-se à ética geral. A igreja se vende a políticos; denominações racham, a disciplina

desaparece, caráter da liderança e dos membros não são levados em conta.
- Os números se tornam mais importantes do que o discipulado. Perde-se a voz profética. A

igreja lentamente se torna um "lindo clube social".

- Ela perde seu real sentido de existir – e Missões passa a ser secundário na igreja.

- Com o passar dos anos... um terrível vazio toma conta dos crentes sem raízes. Aí com certeza

ele estará aberto as heresias, seitas, movimentos, depressões, etc...

- (No Brasil há mais de 100% de pessoas que já foram crentes e hoje freqüentam seitas e

heresias).
Alguém terá coragem de profetizar isso? É hora de uma nova reforma...

Pr. José Pontes
Igreja do Nazareno em João Pessoa. Paraiba

Nenhum comentário: