"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

terça-feira, 29 de junho de 2010

QUAL SERIA O MAIOR DESAFIO?



Autoria de:Ricardo Miranda

Todos os dias quando conversamos com os companheiros da obra Missionária e também lemos artigos sobre os grandes desafio em missões, sempre me vêm à mente: afinal, qual o maior desafio? Na edição passada do jornal Paixão pelas Almas a companheira Ana Lucia citou que o maior desafio era a janela 10-40. Certamente tenho que concordar que este é um desafio tremendo e nos sentimos incomodados a orar e fazer com que mais pessoas sintam também esta responsabilidade de empenharem-se pela salvação dos povos da janela 10-40.
Outro dia, lembro-me que li uma informação dizendo que nos altiplanos dos Andes, na nossa querida América do Sul, havia sete milhões de pessoas que nunca haviam tido um contato com o verdadeiro cristianismo. É triste, mais sabemos que no nosso Brasil há pelo menos cento e vinte cinco tribos indígenas na mesma situação, quando partimos para o Norte e Nordeste encontramos mais de dez mil povoados que não tem a presença de nenhuma igreja cristã evangélica; e quando vemos até estados como o Rio Grande do Sul - culturalmente tão evoluído -, nos deparamos com uma situação espiritual que nos chama atenção: lá podemos encontrar mais de setenta cidades na fronteira com o Uruguai, sem um único evangélico. Mas afinal, porque tantas carências?
Na edição passada, nesta coluna, falei sobre a falta de amor, e esta falta de amor gera algo terrível na obra missionária, que é a falta de contribuição. Quando lemos e ouvimos sobre tantos desafios vemos que estes só poderão ser vencidos se a igreja do Senhor começar a contribuir realmente de uma forma unânime da mesma forma como as primeiras reuniões da igreja em At 2:46: "unânimente todos os dias no templo e no partir do pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração."
Analisando o livro de Atos dos Apóstolos e principalmente o versículo acima citado, vemos que se a igreja do Senhor começar a partir os pães, não haverá janela 10-40, tribo indígena ou outro desafio capaz de inibir o avanço do Evangelho. É por isto que vemos o Islamismo avançando por todo o mundo. Simplesmente porque, no Oriente Médio, os árabes investem pesado nos seus missionários para semearem os espinhos do islã. O que hoje muitas seitas fazem em nome da mentira, infelizmente nós, como igreja, não temos a coragem de fazer pela verdade.
Portanto, enquanto este quadro não é mudado, entendemos que o maior desafio é a falta de contribuição, pois é nesse desafio que está enraizado boa parte de todos os demais desafios.

http://www.semipa.org.br/secoes/desafioaoide/

Nenhum comentário: