"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

COMO APRENDEMOS A CONHECER E RESPEITAR A NOVA CULTURA



1) É necessário analisar, cuidadosamente a nova cultura;

2) Precisamos compreender as tradições da nova cultura.

3) É importante entendermos a maneira como as pessoas pensam;

4) Não devemos rejeitar práticas culturais que não compreendemos.

5) É bom perguntar, para os missionários experientes, como eles lidam com certas questões culturais.

6) Amizade com obreiros nacionais ajuda a compreendermos melhor as convicções culturais.

7) Aprender bem a nova língua é o portal para a entrada na nova cultura.

8) Diaconia aplicada (ajuda aos pobres, assistência espiritual e pastoral aos queridos que perderam um parente, aos sofridos e perseguidos) abre as portas do coração de todas as pessoas.

9) Visitas às casas dão uma boa impressão dos costumes da nova cultura.

10) Presentes mútuos ajudam a criar amizades.

11) Expressar respeito pelas tradições e costumes da nova cultura.

Isto significa para o missionário de hoje que ele deve desenvolver uma atitude honesta e crítica de sua própria tradição e se adaptar, humildemente, à nova cultura.

Algumas vezes é necessário buscar ajuda de crentes maduros e experientes.

Precisamos ter humildade para respeitar coisas que pessoalmente praticaríamos de modo diferente.

A igreja deve amadurecer, sob a orientação da Palavra de Deus e do Espírito Santo, caso contrário, ela estará aberta a todos os tipos de sincretismo.





Nenhum comentário: