"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

INTERCESSÃO MISSIONÁRIA


A INTERCESSÃO MISSIONÁRIA COMO FATOR DE ENVOLVIMENTO SIGNIFICATIVO COM MISSÕES

A intercessão é um poderoso fator de envolvimento do crente com a obra missionária. Há pessoas que assumem um sério compromisso com Missões, mas não são chamadas por Deus para irem aos campos.

Certamente, o Senhor tem um propósito para suas vidas. Estas pessoas podem-se envolver no compromisso de intercessão em favor de Missões. Esse envolvimento abençoará a obra, os missionários, a igreja e os próprios intercessores; lhes trará uma grande alegria interior e as fará perceber que são participantes efetivos do avanço do reino de Deus no mundo.

Para que este envolvimento do intercessor com a obra pela qual intercede se significativo, é importante que se fortaleça o vinculo de relacionamento e comunicação entre o missionário e a igreja. Os intercessores precisam ter permanentemente informações atualizadas dos campos. A intercessão precisa ser alguma coisa ágil, quase instantânea.

Um querido missionário, há muitos anos labutando entre tribos indígenas, defende a interessante idéia de se formar uma grande rede de grupos de intercessores nas igrejas. As agências missionárias enviariam sistematicamente boletins de oração por correspondência para esta rede de intercessores. E, em poucos dias, os motivos de intercessão estariam sendo bombardeados por milhares de mísseis de oração.

Outra prática que já se vai espalhando é criar-se uma sala de oração na igreja ou no lar. Um ambiente tranqüilo, agradável e aconchegante, reservado apenas para a oração. Entre a mobília simples, mas adequada, um mural com mapas do mundo, informações sobre os campos e fotografias dos missionários e de seu trabalho.

Além do suporte espiritual que confere à obra realizada nos campos, a intercessão missionária tem a virtude de comprometer o intercessor com a obra de Missões. É impossível limitar-se a orar por Missões. O aprofundamento no ministério de intercessão impele irresistivelmente o intercessor à ação concreta, a contribuir financeiramente para o sustento dos missionários e, não raro, o impele a ir para o campo missionário também.


A INTERCESSÃO MISSIONÁRIA COMO EXPRESSÃO DE INCONFORMAÇÃO COM A PERDIÇÃO E DESGRAÇA DA HUMANIDADE

O pecado tem importo à humanidade uma vida de limitações, infelicidade e desgraça. Como Neemias, em sua visita às ruínas da cidade de Jerusalém, podemos afirmar: “Bem vedes vós o triste estado em que estamos” (Ne 2.17).

Ao passearmos pelo mundo, constatamos o lamentável estado em que se encontra a humanidade. Vemos vidas destruídas, lares destroçados, almas e nações inteiras caminhando para a perdição eterna.

Como cristãos, não temos o direito de nos acomodarmos a esta realidade. Não podemos simplesmente cruzar os braços. Nós nos negamos a aceitar esta situação de derrota e opróbrio.

A mais imediata expressão de nossas indignação e inconformismo é a oração. Por meio dela nos solidarizamos com o propósito de Deus no sentido de mudar as coisas.

A Palavra de Deus é enfática: “Para isto o Filho de Deus se manifestou; para destruir as obras do Diabo” (1Jo 3.8).

A oração é uma rebelião contra o status quo . “O cristão deve recusar resignar-se com o mundo decaído”. “Qual é, então, a natureza da oração de petição? Na sua essência, é rebeldia - rebeldia contra o mundo em seu estado caído, a recusa absoluta e definitiva em aceitar como sendo normal aquilo que é ameaçadoramente anormal”.

Deste modo, a oração é o recurso pelo qual nos negamos a aceitar o fatalismo reinante neste mundo, que é fruto da ação desencorajadora do pessimismo insuflado pelo inimigo.
O pressuposto da pregação evangélica e da obra missionária em si é que as coisas precisam e podem mudar. Por mais adversas que sejam as condições, por mais hostis que sejam as pessoas ou não receptivas as culturas às quais ministram os missionários, cremos que o evangelho “é o poder de Deus” que tem condições de transformá-las.

Este é o sentido da intercessão missionária; reafirmar nossa inconformação com a desgraça dos povos e intensificar os combates contra as hostes que os escravizam, no propósito de derrotá-las, em nome do Senhor Jesus Cristo.

Um dia destes, vamos contagiar o mundo inteiro com a nossa pregação, o nosso testemunho a nossa fé, o nosso estilo de vida em Cristo. Um dia destes, vamos pintar o mapa do mundo inteiro com as cores do evangelho de Jesus Cristo.

E as nossas orações terão feito parte da história de missões.



Nenhum comentário: