"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

domingo, 29 de julho de 2012

TURISMO MISSIONÁRIO

Escritor Pr. Teófilo Karkle
Recebemos muitas mensagens online de pessoas que dizem querer visitar-nos no Chile, às vezes nos assusta um pouco, pois maioria dos interessados é muito prematura a amizade e a proposta, sem a gente ter maiores conhecimentos de quem quer vir. Sem querer ofender, mas a nossa contraproposta tem sido, vamos orar para que Deus prepare todas as coisas. Se Deus não tiver esse mesmo propósito, ele não permitirá a saída de pessoas assim com destino ao Chile.

O quanto é importante fazer um Turismo Missionário? Pode ser misturado Turismo com Missões? E aquelas outras questões que as pessoas oferecem suas Férias, sua Licença Premia e seu Tempo de Aposentado para as Missões? O quanto é importante oferecer as Férias para as Missões (30 dias)? O quanto é importante viver uma Licença Premia nas Missões (1 ano)? O quanto é importante oferecer o tempo restante de Aposentado com as Missões? Sabe os primeiros 90 dias no país só alcança você aceitar ele como ele é. Com 9 meses de Missões você recém começa a ter autoridade para corrigir o que esta errada e o povo vai te obedecer. Chegar corrigindo e colocando muito o Brasil como exemplo vai fechar as portas.
Também existem Missionários que ficam 3 a 6 meses no país que eles disseram que Deus estava chamando eles e logo regressa ao seu país de origem, o que fizeram neste tempo foram fotos de algum trabalho já existente para depois estar postando na internet o lugar que fizeram missões.

Todos são livres de gastar seu dinheiro e seu tempo em viagens pelo mundo, alguns vão para Miami, outros para Bariloche, Veneza, Disney, outros gostam de Safaris pela África, outros de fazer fogueira na Terra Santa, como que lá o fogo queima melhor. Alguns gostam de Comprar nas zonas Francas e nas nações com um índice de beleza natural extrema ou de beleza histórica. Mas quando o tema é Turismo Missionário podem prevalecer mais fatores negativos que positivos.

Como somos defensores da ecologia, nem podemos citar o proverbio: ‘Matar dois coelhos com um só tiro’ Fazer Turismo Missionário e aproveitar a viagem de passeio, de compras, de descobrimentos, para fazer algo para as Missões, pode não ser uma maneira correta.

Ditas pessoas ou caravanas tem que ser mui perspicazes, sutis, e inteligentes. Ainda que os idiomas Português e Espanhol sejam de uma mesma raiz latina, mas não podemos evangelizar em português se estamos entre os latinos, nem evangelizar em espanhol se estamos como os luzo-falantes. (1 Coríntios 14.8) “Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha?” Imagina você dizer a um latino: Tua vida errada sem Jesus esta muito esquisita! Ele vai entender que sua vida é uma delicia. Depois ele te responde você é um pregador fome! Você vai entender que ele perguntou se você tem fome e fome no espanhol é uma pessoa sem graça, desorientada.

Por experiência em 22 anos de Missões, onde temos recebidos algumas caravanas brasileiras, tivemos mais problemas que bênçãos. Primeiro por não haver um pregador que dominava o idioma entre eles, como para passar o púlpito para que fizesse uma boa pregação em espanhol. Segundo por que ao levar eles a certos lugares de passeio, não conseguiam chegar ao lugar de encontro na hora marcada, atrasando tudo, principalmente o horário do culto. As ofertas que poderiam ser generosas com uma caravana de um ônibus lotado, não fizeram diferença na hora de contabilizar na nossa igreja, pois a caravana, o primeiro fizeram foram suas as compras das lembranças de cobre do Chile, sempre compra aquela miniatura do animal altiplano chamado Lhama. Os mais liberais chegam a comprar até uma caixa de vinho, os músicos compraram o pau d’agua, as mulheres as roupas que aqui são baratas. Uns compram postais, outros bandeira, uns compram pedras outros chaveiros e esqueceram de reservarem as ofertas para abençoar a Igreja Missionária.

Outra questão foi que alguns casais de ‘cantores’ de algumas igrejas que trouxeram seus CD para serem vendidas aqui, para ajudar na sua passagem de volta, como as igrejas no Chile são pequenas, não chegaram a vender meia dúzia de CD. Outra coisa aqui não existe o hábito de cantar com playback, isso é bom, pois tem igrejas que cantam 19 louvores, 3 da harpa, 3 de conjuntos e corais e 10 de playback.

Também não foram de benção alguns grupos menores de Pastores neste caso ficaram em redes de hotéis internacionais. Veja só o que eu observei na época, saíram de um recinto hoteleiro de cinco estrelas para o nosso local de cultos simples sem estrelas, provocou neles certo desprezo, certo choque visual. No final do culto servimos 5 pedaços de bolos, comprado com dificuldade nos supermercado e quando comiam escutei alguém dizer que não gostavam de bolo. Não citamos os seus nomes nem suas cidades por não envergonhar o nome de Deus.

As visitas mesmo tendo condições de hospedagens em hotéis tem que ser de utilidade à igreja local, abençoando com a sua presença, com a sua participação pregando o cantando no idioma nativo, deixando boas ofertas a igreja local. Fora do hotel essa caravana teria que usufruir da vida nativa, comer como os chilenos, comer o que eles comem andar nos lugares populares, não necessariamente ou só apenas nos lugares elegantes.

Tem nações que seria impossível fazer uma Visita Missionária, muito menos se fosse Turismo Missionário, onde não a liberdade de culto, onde os Missionários são perseguidos. Onde o Missionário até o seu nome foi mudado como proteção, a barba foi deixado e a vestimenta do lugar foi aderida e usada para viver igual entre os nativos.

Seria maior proveito aos Missionários se os Turistas Missionários em vez de vir conhecer a terra que enviasse todo o dinheiro que gastaria nas passagens, hotéis, fossem aplicados na obra de Deus, dirigida pelo Missionário em questão. O Missionário em gratidão enviaria um DVD com as imagens inéditas do país, ou uma bandeira, ou uma revista com fotografias, pera ser colocado em exposição na casa, no escritório ou na sua igreja se esta pessoa for um pastor.

O hino nacional dos evangélicos no Brasil é o numero 15 da Harpa Crista, muito lindo não é verdade? Mas o hino vizinho da esquerda é o hino missionário que contem cinco perguntas que poucos conseguem responder. Posso tendo as mãos vazias, com Jesus eu me encontrar? Nada fiz, e vão-se os dias, que lhe posso apresentar? Quantas almas poderia ao Senhor apresentar? Qual será a minha sorte, se no céu vazio entrar? Quantas almas irei levando, para meu fiel Senhor?

Se fizermos Turismo não vamos conseguir responder nenhuma das perguntas do hino 16, tem irmãos que conseguem cantar tirando os pontos de interrogação e colocam ponto de exclamação, fica assim: Posso tendo as mãos vazias, com Jesus eu me encontrar! Nada fiz, e vão-se os dias! Será a minha sorte no céu vazio entrar!

Finalizamos dizendo que precisamos de ajuda sim, e que quem nos ajudar tem que confiar que estamos falando a verdade e que estamos postando fotos reais e vídeos reais vividos na prática em total Ação Missionária, sem ter que precisar vir aqui para ver onde seu dinheiro estaria sendo aplicado.

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16:15)

quarta-feira, 18 de julho de 2012

CRESCIMENTO EVANGÉLICO NO BRASIL



De acordo com o IBGE, eles passaram de 26 para 42 milhões em dez anos, num avanço que atinge todas as regiões do País, classes sociais e principalmente os jovens. Um crescimento que está transformando o País, até então conhecido como a maior nação católica do mundo.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

SALÁRIO MISSIONÁRIO

Pr. Teófilo Karkle

Duas coisas me faz escrever este tema Salário Missionário, uma por que não tenho Salário Missionário e outra por que queremos despertar você a abrir seu coração e ser um Abençoador um Sustentador de Missionários.

O Salário do Missionário deveria ser incluído na Folha de Pagamento de qualquer igreja, nas mesmas condições e no mesmo valor que um Pastor Local. Mas quando os Missionários recebem salários é apenas um 30% do que recebe seu pastor. E não só isto, mas os Salários Missionários são geralmente salários congelados, ou seja, nunca aumentam. Não são indexados a nada, nem à inflação, nem ao salário mínimo, nem ao dólar, nem à receita da igreja.

As Igrejas desejam que os Missionários façam milagres com os seus Salários, milagres de Multiplicações, pois é tão limitado às vezes. Um Missionário estabelecido num país tem contas a que pagar mensalmente: Aluguel, Manutenção, Locomoção, Impostos de Estrangeiros, igual que qualquer família no Brasil, a diferença que aqui não tem mãe, nem sogra a quem recorrer quando a coisa aperta.

Nós os Missionários somos os caras mais engenhosos que Deus usa no seu reino. Numa urgência onde deveríamos viajar de avião, mas como não alcança o dinheiro vamos de ônibus mesmo ou de carona. Falo com autoridade no tema, e para a glória de Deus, tenho 21 anos de Missões. Nossa mesa foi uma caixa de papelão, nosso bidê ao lado da cama uma mala em pé. Nosso guarda-roupa foi feito de duas portas de casa fixadas na parede e usando um lençol de cortina. Temos mudado nosso hábito em vez de comer carne vermelha, comemos carne vegetal, ovos, peixe quando tem, pois o preço da carne é um absurdo.

Nossa oração tem sido quando estamos sentados à mesa é que Deus nos dê só o suficiente para aquele dia, pois queremos no outro dia pedir a ele novamente. (Jó 38.41)

Quem prepara aos corvos o seu alimento, quando os seus filhotes gritam a Deus e andam vagueando, por não terem o que comer?

Nossa fonte de ajuda vem de pessoas como você que está lendo agora aqui esta matéria. O que estamos escrevendo não é nenhum desabafo, nem uma revolta. Deus usa diferentes pessoas cada mês para ajudar nas Nossas Necessidades, a benção chegada nunca sobra, mas também nunca falta, Glória a Deus!

Sempre eu pergunto a um Pastor que diz fazer Missões onde é que ele esta atuando, então as listas são as mais diferentes, algumas até bastante extensa como esta: Nós estamos para a Glória de Deus em 16 lugares: Na China, Angola, Uganda, Kênia, Ruanda, Málaga, México, Peru, Afeganistão, Uzbequistão, Kazaquistão, Índia, França, Itália, no Amazonas, no Sertão Nordestino, e ai vai. Diante de uma lista grande dessa vejo vários problemas: Como ajudam Missionários em muitos lugares eles acabam não amando seriamente a nenhuma nação destas. Eles não têm envolvimentos profundos com nenhum dos projetos, e não gastam horas em oração por nenhum povo.

Você que contribui diretamente com os Missionários, esta é a maneira mais justa de fazer Missões, sem terceiros pelo meio. Queremos dizer-te que para isso deves ter um Chamado Específico. Você tem? Que bom, estamos então falando com a pessoa certa. Chamado Específico para Sustentar Missionários. Você que foi chamado por Deus para Sustentar Missionários deve então fazer algo mais. Abraçar os Projetos dos Missionários com o Coração, entender profundamente os Desafios de cada Missionário. Ajudar os Missionários nas suas estratégias, pensar como os Missionários. Deves Ajudar os Missionários a investir certo, etc.

Tem cadeias de Supermercados que pedem parte de troco de cada cliente para ajudar certas Casas de Misericórdia, mas sempre são centavos que o povo vão doando. Mas sabe que tem irmãos das nossas igrejas que chegam para um Hipermercado e diz senti de Doar um Salário Mínimo para o dono do milionário Megamercado? E ainda diz: Tenho tanto amor de Deus em meu coração que quero repartir do meu salário como uma Rede de Supermercados.

É claro que eu exagerei a minha Ficção, pois ninguém daria um Salário Mínimo a um Supermercado grande, rico e estabelecido. Mas sim que sim, tem irmãos dando para Megas Igrejas, (não é Meigas não) Salários Inteiros, só por que elas têm uma Bandeira de Missões nas suas paredes, isso sabe como se diz em economia? Jogar dinheiro fora. Nem você é abençoado por contribuir assim para um monte, nem a Igreja é abençoada por pegar um salário assim e caladamente ocupar na igreja local.

Temos buscado mês a mês de muitas fontes Ajuda para poder completar um orçamento razoável que nos permita viver dignamente em Missões. Também buscamos ajuda para realizar nossos Projetos para o qual fomos chamados. De repente passamos humilhações, nos cansa as bateções de porta em porta e algumas vezes ganhamos a porta na cara. A cada novo Projeto que pretendemos realizar, a cada Curso que queremos fazer, ou a cada Desafio que nosso Trabalho Missionário nos apresenta temos que sair novamente batendo nas portas eletrônicas, escrevendo e-mail, pedindo.

As igrejas brasileiras quando passam por alguns problemas financeiros, para equilibrar as contas, a primeira coisa que fazem é cortar o Salário dos Missionários. Muitos cortes são sem avisar ao pobre coitado lá no campo. Mas Deus esta vendo todas as injustiças cometidas, toda essa falta de amor, toda essa falta de responsabilidade. Deus não pode ser burlado, ele vai cobrar isso de todas as igrejas em todas as épocas do século passado e do século presente, irão para a Balança Igrejas Grandes e Igrejas Pequenas, Pastorzões e Pastorzinhos, podem ter certeza que ninguém escapará do julgamento de Deus.

(Lucas 12.48) Mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.

Tenho algo contra as Reuniões de Ministérios, quando Diáconos e Presbíteros se reúnem para tomar uma decisão de Cortar o Salário do Missionário. Mais ou menos assim é o tema a ser discutido: (Falo em prosopopeia) Por que vamos continuar ajudando o pastor Teófilo lá no Chile? Vamos parar? Vamos priorizar nosso investimento em nossas congregações locais? Eu já vivi esses Cortes duas vezes: (Falo com Experiência própria) Uma em Santa Catarina outra em Pernambuco. Não tinha como voltar ao Brasil, nem tomar dinheiro emprestado. Nem esperar Misericórdia dos homens. Graças a Deus que vivi sete anos assim dependendo da Misericórdia de Deus.

Eu acho que a Igreja que corta o Salário do Missionário arrancou das suas Bíblias aquela pagina que diz assim: Porque na lei de Moisés está escrito: “Não atarás a boca ao boi que trilha o grão. Porventura tem Deus cuidado dos bois?” (1 Coríntios 9.9).

No próximo ano 2013 queremos ir ao Brasil para visitar algumas igrejas a fim de levantar recursos, se você pastor e está lendo estas linhas e queira nos abençoar, não deixe de mandar um convite no nosso e-mail para nós aqui no Chile.

Estamos orando por pessoas que são Chamadas por Deus para Sustentar Missionários para que desde agora Julho 2012 possam já começar a nos Ajudar, com o que for. Não precisamos muito, precisamos apenas o necessário e querendo Deus, repartiremos ainda com os pastores nacionais com quem trabalhamos aqui no Chile.

Não queremos parar nosso Projeto Centro de Alegria, nossa Promotoria Nacional de Missões, queremos desempenhar bem nossa Missão Chile, Missão que Deus nos confiou. Queremos continuar pregando, ensinando, fazendo programas de rádio e evangelizando.

Precisamos de um veículo e temos fé que em 90 dias no Brasil, Deus poderia tocar no coração de algum empresário e ele nos Abençoar com este carro, pois só assim nossa ida ao Brasil seria mais rápida, menos tempo, para voltar logo aqui onde às almas estão tão enganadas, tão enfraquecidas, tão desnutridas, tão entregadas ao tempo, sem esperança e sem força.

Sempre pensei em escrever um e-mail para Deus, quero agora dedicar essa Matéria a ele e dizer: Deus tudo o que nós queremos tu já sabe, tudo o que nos precisamos tu nos enviará, sem percorrer muitos quilômetros, sem sofrer desgastes no calor sufocante. Aqui do nosso escritório, com o nosso estilo de Missões Online, podemos ser tremendamente abençoados, por que do outro lado nesta Rede, Deus tem milhares de Filhos generosos e dadivosos para nos abençoar aqui no Chile.

Deus, não deixa diminuir nossa fé para realizar cada nova iniciativa, não deixa apagar os nossos sonhos nem encolher nossos Projetos e nossos Sonhos.

Estamos fazendo E-Missões, isto é Missões Online pela internet. “Tu nos Proverás de tudo, pois tu és o Nosso Pastor e nada nos faltará.” Salmos 23.

Deus é tão bom viver pela fé, sem ninguém nos cobrando nada. Não queremos por trás de nós uma igreja que nos cobre muito e não nos de nada.

Existem tantas igrejas no Brasil que gastam todo o seu dinheiro em tudo o que se pode imaginar e a tudo elas chamam de “reino”. Cadeiras novas para o templo é “reino”, ar condicionado para a igreja é “reino”, equipamentos para a cantina é “reino”. Só Missões é que não esta dentro da categoria de “reino”, mas passa para a categoria de gastos sem retornos. Missionários também não é “reino”. O missionário e suas necessidades pessoais não é “reino”. Sua roupa ainda não está surrada o suficiente, seu carro não precisa de conserto, ele não precisa de plano de saúde. Seus dentes não precisam ir pelos menos duas vezes ao ano no dentista. E o Missionário tem dente? Tem sim! Se eu fosse Dentista, dedicaria minha Clinica a arrumar os dentes de todos os Missionários do mundo, com o que a de melhor nesta modalidade e faria de graça. Será que nenhum Dentista teve ainda esta ideia?

O Missionário solteiro no campo quanto se casa e começa a chegar os filhos seu Salário continua como solteiro.

As igrejas dizem: Estamos sustentando a “obra” o “reino”, ou seja, o templo, as coisas, a comida distribuída aos carentes, mas não a pessoa do Missionário porque ele não é reino. Quem entenderá como nosso pensamento acaba tão permeado de mentiras que até a verdade se torna mentira?

Quem entenderá por que mesmo sabendo que esta vida nossa aqui não dura nada, mesmo sabendo que as coisas não são o verdadeiro reino, o reino é eterno, coisas não são eternas, só pessoas são eternas, portanto o reino não é e nunca será feito de outra coisa senão pessoas. Mesmo sabendo tudo isto, as pessoas gastam mais consigo mesmo do que com qualquer outra coisa, gastam mais com os templos, cadeiras e coisas mais do que investir em pessoas.

Já ouvi uma estatística que diz que setenta por cento das riquezas da humanidade estão na mão dos cristãos. O que isto quer dizer? Que Deus fez sua parte. Em sua soberania providenciou para que nada menos que setenta por cento de todo dinheiro do mundo caísse na mão de seus servos. Por que é então que esconde o dinheiro de Missões?

Veja que dura realidade, no mundo inteiro a tarefa da Grande Comissão ainda esta por se realizar! Noventa e cinco por cento do dinheiro da igreja é investido na própria igreja, cinco por cento em iniciativas evangelísticas. No caso do Chile a tarefa foi mal feita, os pregos estão caindo tudo, tudo precisa ser repregado, reevangelizado, reavivado.

As igrejas não estão aplicando seu dinheiro onde deveria, gastam apenas no próprio reino. Administram como querem sem perguntar para Deus, como ele gostaria que fosse aplicado. E com isto acham que estão se beneficiando, mas na verdade estão se prejudicando. Pensam que estão ganhando, mas estão perdendo.

Quero me comunicar contigo amado ou amada que tem um Chamado Especifico para Ajudar os Missionários, por tanto Passe a Cordilheira dos Andes e Ajude-nos.

Anote agora nosso e-mail
e o número de nossa conta 18.491-8 Agencia 3078-3 Banco do Brasil - em nome de Pastor: Teófilo Venicio Karkle.
Add nosso Facebook
 Siga o Blog da PRONAMI e ganhe uma Bíblia em Espanhol http://pronami.blogspot.com/