"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

QUANDO DEUS QUER ABENÇOAR UM POVO OU UMA NAÇÃO ELE CHAMA UM HOMEM

GN 12.1-9
INTRODUÇÃO:
Alguém já disse que Deus quando quer abençoar um povo, uma nação ou o mundo. Ele chama um homem. Através dos tempos, Deus tem chamado homens específicos para trabalhos específicos:
a. Chamou Moisés, para a missão de libertar o seu povo da escravidão egípcia, Em Êxodo 3.4, 10, lemos o seguinte: “Vendo o Senhor que se virava para ver, bradou Deus a ele do meio da sarça: Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui. Vem agora, e eu te enviarei a Faraó para que tires o meu povo (os filhos de Israel) do Egito".
b. Chamou Amós, para ministério profético, mudando-lhe toda sua vida, Em Amós 7.14-15, Lemos o seguinte: “E respondeu Amós, dizendo a Amazias: Eu não era profeta, nem filho de profeta, mas boiadeiro, e cultivador de sicômoros. Mas o Senhor me tirou de após o gado, e me disse: Vai, profetiza ao meu povo Israel".
c. Chamou Gideão e o comissionou para a missão de libertar seu povo da escravidão dos midianitas, Lemos também em Jz 6.14-16, “O Senhor olhou para ele, e disse: Vai nesta tua força, e livra a Israel das mãos dos midianitas; Não te enviei eu? Respondeu-lhe Gideão: Ai, Senhor meu, com que livrarei a Israel? A minha família é a mais pobre em Manasses, e eu o menor na casa de meu pai. E o Senhor lhe disse: Porquanto eu hei de ser contigo, e tu ferirás aos midianitas como a um só homem".
2. Lucas descreve o início da obra missionária, como Deus determinou à Igreja de Antioquia que separasse dois homens, Barnabé e Saulo, "para a obra que o Senhor os havia chamado", Assim lemos em At 13.1-3, “E na igreja que estava em Antioquia havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé e Simeão chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram".
Sempre que Deus tem em mente um plano, chama, comissiona homens para execução de seu plano. Tal verdade, é vista na vida de Abraão.
Deus chama o homem para realizar a obra missionária. Esta chamada missionária, envolve quatro pontos principais:
1º) - OBEDIÊNCIA INCONDICIONAL A DEUS
No capítulo 1 de Gênesis, Vs. 1, "Disse o Senhor a Abraão... sai"; No Vs. 4, "Partiu, pois Abraão, como lhe ordenara o Senhor".
Aparentemente, a chamada não tinha todos os objetivos claros. Em Hb 11.8, lemos que "Abraão... partiu sem saber para onde ia". Contudo, isto não frustrou sua partida.
Quando Deus chama alguém para qualquer missão, deve haver por parte desta pessoa chamada obediência incondicional à vontade de Deus. Vamos ver alguns exemplos:
a. Paulo:
Lemos em At 9.3-6, o seguinte: "E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu. E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões. E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que eu faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer". Novamente Deus não falou sobre seus objetivos.
Os objetivos de Deus foram revelados posteriormente a Ananias, "Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel".
Coube a Ananias revelar a Paulo. E ele disse: O Deus de nossos pais de antemão te designou para que conheças a sua vontade, e vejas aquele Justo e ouças a voz da sua boca. Porque hás de ser sua testemunha para com todos os homens do que tens visto e ouvido".
Mesmo assim, Paulo obedeceu. Meu irmão, minha irmã, se Deus está te chamando, obedeça ao chamado do Senhor!
2º) - RENÚNCIA DE POSSESSÕES MATERIAIS E HUMANAS
No versículo 1 do capítulo 1 de Gênesis, o Senhor diz a Abrão: "Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai...". Abrão deveria deixar a terra, pai, mãe, parentes, etc..
Através das descobertas arqueológicas, sabemos hoje que Ur, a cidade em que vivia Abraão, foi uma das maiores e mais prósperas cidades da antigüidade. Foi a mais importante metrópole de seu tempo. A cidade era situada às margens do Rio Eufrates. Foi um grande centro de instrução, cultura, comercio e religião. fabulosos tesouros foram descobertos ali.
Ao obedecer a chamada de Deus, Abraão deixou tudo. Deixou o conforto, luxo, prosperidade e ambição natural. Trocou uma bela casa, parentes e amigos por uma habitação nômade, uma vida de peregrinação.
Aquele que é chamado por Deus, precisa estar disposto a deixar tudo quanto possui. Em Lc 14.33, Jesus diz que: "Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo". Foi assim com os primeiros discípulos, Em Lc 5.27-28 “E, depois disto, saiu, e viu um publicano, chamado Levi, assentado na recebedoria, e disse-lhe: Segue-me. E ele, deixando tudo, levantou-se e o seguiu".
Paulo descreve como deixou tudo por amor ao Senhor, obedecendo. Em Fp 3.4- 8, Ele diz: "Ainda que também podia confiar na carne; se algum outro cuida que pode confiar na carne, ainda mais eu: Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu; Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo. E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo".
Aquele que é chamado por Deus deve estar disposto a "perder tudo".
3º) - COMUNICAÇÃO DE BENÇÃO OU MALDIÇÃO PARA AQUELES QUE CRUZAM À FRENTE
Ainda no versículo 3 do capítulo de Gênesis, o Senhor diz assim: "Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei aqueles que te amaldiçoarem". Abraão seria uma benção para todos aqueles que recebessem e aceitassem sua mensagem, mas para aqueles que não recebessem a sua mensagem, haveria maldição.
Benção é vida com Deus. Maldição é morte sem Deus, Em Dt 30.19, lemos: "Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência".
A condição para se ter vida e benção, é andar no centro da vontade de Deus, Dt 30.16, "Porquanto te ordeno hoje que ames ao Senhor teu Deus, que andes nos seus caminhos, e que guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, para que vivas, e te multipliques, e o Senhor teu Deus te abençoe na terra a qual entras a possuir".
A vida normal já é pré-requisito para se ter a maldição, Dt 30.17-18, "Porém se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido para te inclinares a outros deuses, e os servires. Então eu vos declaro hoje que, certamente, perecereis; não prolongareis os dias na terra a que vais, passando o Jordão, para que, entrando nela, a possuas".
Assim seriam os relacionamentos de Abraão: De benção para alguns e de maldição para outros.
Hoje também funciona o mesmo princípio divino. O servo de Deus pode levar benção, quando anuncia a Palavra de Deus. Mas para aqueles que não recebem a mensagem haverá maldição. A nossa mensagem, é a mensagem da cruz. Veja o que esta mensagem provoca:
Em 1 Co 1.18, 23-24, "Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus".
Em 2 Co 2.15-16, "Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem. Para estes certamente cheiro de morte para morte; mas para aqueles cheiro de vida para vida. E para estas coisas quem é idôneo?"
4º) - RECEBIMENTO DE BÊNÇÃOS VINCULADAS À PRÓPRIA MISSÃO
Ainda no versículo 3: "Farei de ti uma grande nação...". Há quatro partes importantes aqui:
Através de Abraão, surgiria uma grande nação. Mesmo quando esta promessa foi ameaçada pelo próprio Deus, quando pediu o sacrifício de Isaque, Abraão creu, não duvidou. "Pela fé ofereceu Abraão a Isaque, quando foi provado; sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito. Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, considerou que Deus era poderoso para até dentre os mortos o ressuscitar. E daí também em figura ele o recobrou".
Abraão seria abençoado em todos os sentidos: Ele foi chamado "O amigo de Deus", Tg 2.23, "E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus".
Foi chamado o "Pai da Fé" de todos os crentes. Foi interprete da vontade de Deus. Seu nome seria grande na terra. De fato Abraão foi grande em todos os sentidos. Foi "Pai" da Nação de Israel e "Pai" de todos os crentes,
O homem chamado por Deus, é grandemente abençoado, ainda que tenha que abandonar muitas coisas, 2 Tm 4.6-8, "Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo. Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda".
CONCLUSÃO:
Meu querido irmão ou irmã. Como você tem encarado a obra de missões? Você ora, prega e contribui. Deus está te chamando e te comissionando nesta manhã.
Comissionar significa, direcionar, designar um serviço. Qual é a comissão que Deus tem te dado? Para que Deus te chamou? Por que Deus chama pessoas e dá pra elas uma comissão, uma tarefa, um exercício.
Se você não estiver disposto a obedecer, com certeza terá grandes frustrações. Mas se você está disposto a obedecer ao chamado do Senhor, abra o seu coração e deixe Deus trabalhar em sua vida.
E Deus hoje está falando com você. Deus está dizendo que você foi chamado para uma única coisa e ele vai convencer você disto. Porque foi para servi-lo que você foi chamado. Deus fez isso com Abraão, com Moisés, com Josué, com Gideão, com Jeremias, e nesta manhã ele vai convencer você de que Ele te chama para uma grande obra.

Nenhum comentário: