"“Muitos crentes consagrados jamais atingiram os campos missionários com seus próprios pés mas poderão alcança-los com seus joelhos” (Adoniran Judson)”"

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O PODER DE DEUS PARA ALCANÇAR O MUNDO


Jesus chamou os seus seguidores para alcançarem o mundo para ele, mas avisou: “Que não deveriam ir até terem recebido poder”.

No registro de Lucas 24. 46-49 da “Grande Comissão” de Jesus, depois de ter dito que o arrependimento para o perdão dos pecados deveria ser proclamado no Seu Nome a todas as nações, Jesus disse aos Seus seguidores para esperarem até que fossem revestidos com poder vindo de Deus. “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai, ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder”.

Depois em Atos 1.8, Jesus disse que a ordem para a evangelização deveria ser:

1. Primeiro o poder.

2. Depois o testemunho em todo o mundo. “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra”.

Os seguidores de Jesus, cento e vinte homens e mulheres, esperaram juntos durante dez dias, em oração (Atos 1.14), e todos foram cheios com o Espírito Santo (Atos 2.4).

O QUE FEZ O ESPÍRITO SANTO AOS PRIMEIROS QUE FORAM ENVIADOS A CONTAR AO MUNDO SOBRE JESUS?

Deu-lhes poder para ministrar, pois Jesus sabia que eles não podiam testificar na sua própria força e poder. Em Atos 11.22-24 lemos que, quando Deus usou Barnabé para trazer ao Senhor um número considerável de pessoas, ele estava cheio do Espírito Santo.

Paulo disse que era o poder de Deus que operava poderosamente nele. “E para isto também trabalho, combatendo segundo a sua eficácia, que obra em mim poderosamente”. (Col. 1.29).

Paulo deu crédito à convicção que não era pelas suas palavras, mas pelo poder do Espírito Santo. “Porque o nosso evangelho não foi somente a vós em palavras, mas, também, em poder, e no Espírito Santo, e em muita certeza”. (1 Tes: 1.5).

Quando Paulo confrontou o poder sobrenatural do mal e o mago foi ferido de cegueira (Atos 13.8-11), o poder de Paulo era porque ele estava cheio do Espírito Santo.

O Espirito Santo deu aos seguidores do Jesus ousadia para pregar Jesus – mesmo quando pregavam àqueles que tinham crucificado Jesus (Atos 2.14-23). A sua coragem para sofrer e mesmo morrer por Jesus, era por causa do Espírito Santo.

POR QUE É QUE OS CRENTES PRECISAM HOJE DO MESMO PODER DO ESPÍRITO SANTO NA LUTA PARA COMPLETAR A TAREFA DE ALCANÇAR O MUNDO INTEIRO PARA JESUS?

É verdade que cada indivíduo que recebe Jesus como Salvador recebe o Espírito Santo nesse momento – como Pedro disse à multidão quando pregava no dia de Pentecostes. “Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em Nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espirito Santo”. (Atos 2.38).

No entanto, há muito da obra do Espirito Santo que o crente precisa no seu trabalho de levar Jesus a todo o mundo. Embora Deus seja onipotente e capaz de todas as coisas, Efésios 3.20 diz-nos que Ele é capaz de fazer essas grandes coisas apenas através do poder que OPERA em nós. “Ora Àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente, além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera...”.

Assim, ao tentarmos evangelizar na nossa própria força, em vez de deixarmos Deus operar com o poder do Espírito Santo, estamos a limitar aquilo que Deus pode fazer através de nós. Paulo orou em Efésios: 1. 18,19 pelos crentes que já tinham o Espírito Santo habitando neles. “Para que saibais... qual a SOBREEXCELENTE GRANDEZA do Seu poder sobre nós”.

Porque é que os esforços humanos não chegam para a evangelização? Não é errado fazer planos e programas, mas só o poder de Deus através do Espirito Santo pode convencer, atrair e ganhar as pessoas para Jesus. “A minha palavra e a minha pregação não constituíram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder”. (1 Corintios 2.4).

Em contraste com a nossa fraca capacidade humana, o mesmo poder que “manifestou em Cristo ressuscitando-O dos mortos, e pondo-O à Sua direita nos céus” (Efésios 1. 19-23). Muita da nossa falta de coragem e ousadia é porque não aproveitamos aquilo que o Espirito Santo nos quer dar, quando pedimos a Deus em oração e esperamos que Ele no-lo conceda.

COMO PODEM OS CRENTES IMPEDIR A OPERAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO AO TENTAREM ALCANÇAR O MUNDO PARA JESUS?

EXTINGUINDO o Espírito Santo (literalmente, apagando o Seu fogo). “Não extingais o Espírito” (1 Tes. 5.19). Os crentes extinguem o Espírito de Deus quando substituem o Seu divino poder em operação através deles, por programas e planos humanos. “Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela...” (2 Timóteo 3.5).

- Extinguimos o Espírito ao tentarmos persuadir por meio das nossas palavras de sabedoria e métodos, em vez de descansarmos no Espírito Santo de Deus para demonstrar o Seu poder através da Sua Palavra e da oração. (1Cor. 2. 4,5).

- Extinguimos o Espírito ao ignorar o impulso do Espírito Santo quando Ele nos envia a alcançar um perdido que Ele sabe estar pronto para receber Jesus.

- Por ser impacientes na tentativa de alcançar as pessoas à nossa maneira, no nosso tempo, quando o Espirito de Deus ainda não acabou de amolecer os seus corações e de atraí-los, isto também extingue a eficácia do Espírito Santo.

- Quando não nos dispomos completamente para o Seu poder, limitamos Deus, não podendo Ele assim fazer coisas, assim, grandes e poderosas no alcance do nosso mundo para Jesus.

Por ENTRISTECER o Espírito Santo. “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus”. (Ef. 4.30)

1. O crentes entristecem o Espirito Santo de Deus com pecado nas suas vidas, impedindo o Seu poder de fluir livremente através deles

2. Os pecados não confessados que os crentes cometem, podem entristecer o Espírito Santo.

3. “Não entristeçais o Espírito Santo”, está exatamente no meio da lista de coisas que os crentes devem e não devem fazer para guardar-se do pecado, em Efésios 4. 25-32).

COMO PODEMOS ESTAR CERTOS DO PODER DO ESPÍRITO SANTO NO NOSSO TESTEMUNHO E NO TRAZER JESUS AO MUNDO.

1. Confessando e arrependendo-nos de qualquer pecado que entristeça o Espírito Santo.

2. Certificando-nos que não estamos a extingui-lO fazendo as coisas à nossa maneira.

3. Crendo que Efésios 5.18b é o desejo de Deus para que nós os crentes, para quem isto foi escrito e que recebemos o Espírito Santo na salvação, continuemos a ser cheios com o Espírito Santo. (O tempo no grego é contínuo, um processo que continua).

4. Crer e confiar na promessa de Jesus em Lucas 11. 13; “Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai Celestial o Espírito Santo àqueles que Lho pedirem?”.

5. Disponibilizando-nos a gastar tempo a sós com Deus em oração, antes de testificar, esvaziando-nos dos nossos próprios desejos e pedindo o Seu poder e sabedoria - para podermos ser cheios do Espírito Santo de Deus, em vez do nosso próprio eu.



Nenhum comentário: